Optchá meu Povo Cigano!!

Optchá meu Povo Cigano!!
Fatima Silva Amaya

Gitana Fatima Silva Amaya

15 de março de 2011

O Baralho da Vovó Cigana

O Baralho da Vovó Cigana é uma iniciativa de Tamina Thor, ilustrado por Renato Martins datado de 1995. Segundo “a autora”, o Baralho primeiramente foi pintado a óleo quando em mãos da matriarca cigana da família e repassado por duas gerações, no entanto as lâminas originais não sobreviveram ao desgaste do tempo. O resgate se deu através de sua recriação em 48 cartas com desenhos de fácil entendimento, mantendo vínculos iconográficos com a proposta inicial de suas ancestrais.


Bem diferente dos chamados “Baralhos Ciganos” de 36 cartas quando estes têm inspiração - mesmo que ao longe - no afamado Petit Lenormand, Tamina apresenta cartas com denominações totalmente fora do comum, ou porque não dizer, exóticas; visto muitos dos simbolismos da Vovó fugirem completamente as referências das Cartas Ciganas. Outros fatores interessantes de serem observados são a ausência de numeração nas lâminas e a falta da carta A Estrela encontrada em quase todos os decks disponíveis mercado.


As 48 lâminas se dividem em 7 cores distintas, e o pequeno livreto que acompanha o Baralho não explica os motivos pelas quais o cromatismo tem essa divisão. São 11 cartas que o azul predominante é o claro, 4 de tonalidade azul bem mais escura, 10 ressaltando o verde-claro, 1 pigmentada de verde-petróleo, 8 cujo o amarelo se sobressai, 2 alaranjadas e 12 de cor vermelha. O diminuto manual traz dois tipos de tiragens e explicações sucintas de cada carta.

As Cartas da Vovó Cigana na ordem do índice
1- Mar, 2- Sol, 3-Pombal, 4- Criança, 5- Dragão, 6- Sapo, 7- Garrafa, 8-Mulher com livro aberto, 9- Mulher com ramalhete de flores, 10- Mulher com coruja no ombro, 11- Caixão, 12 - Cruz, 13- Médico, 14-Mercúrio, 15- Advogado, 16- Montanhas, 17- Homem com cavalo marrom, 18 - Homem com espada, 19- Locomotiva, 20- Navio, 21- Homem com cavalo preto, 22- Balão, 23- Escada, 24- Grade, 25- Cornucópia, 26- Cadeira, 27- Vassoura, 28- Pente, 29- Pimenteira, 30-Igreja, 31- Relógio, 32- Cão, 33-Casa, 34- Envelope, 35- Homem com cavalo malhado, 36-– Poço, 37- Cachimbo, 38- Tesoura aberta, 39- Tesoura fechada, 40- Dedo com aliança, 41 Grinalda, 42- Lua, 43- Homem com cavalo branco, 44- Mulher com as mãos cruzada, 45- Ovos, 46- Punhal, 47- Vela, 48-Galo.



Sem dúvida que O Baralho da Vovó Cigana ganha destaque por seu diferencial inovador, e, para quem gosta de um bom desafio sem pressa de como aprender manuseá-lo, é só seguir em frente sabendo que não há referenciais para seu estudo, senão a intimidade que se adquire com o uso constante

Nenhum comentário:

Postar um comentário